Ainda falta algum tempo para o Draft de 2021, mas as equipas certamente já estudaram a próxima geração de talentos (e que geração!) que irá compor a class de 2021.

Assim sendo, também fiz o meu trabalho de casa e decidi apresentar os 5 melhores prospects (sem uma ordem específica e com uma menção honrosa) que os Spurs podem conseguir no Draft deste ano. Como as posições do Draft ainda não são conhecidas (a época ainda não acabou e ainda não decorreu a lotaria do Draft), não sabemos qual a posição que iremos ter no Draft, nem mesmo se será uma escolha de lotaria ou não. Para ajudar neste Top 5 de prospects mais adequados à nossa equipa, utilizou-se o Tankathon, que simulou uma Draft Lottery e atribuiu a 14ª posição aos San Antonio Spurs.

Com esta posição, podemos excluir logo da lista nomes como Evan Mobley ou Cade Cunningham, que seriam escolhas óbvias num mock draft de melhores jogadores, mas serão certamente das primeiras escolhas.

Usman Garuba

NBA Draft 2021: Top 5 prospects to watch out for

O espanhol de 19 anos é um Power Forward (Ala-Pivô) que atualmente joga pelo Real Madrid. Não é o melhor PF (overall) da class (Scottie Barnes), mas tem um enorme teto no que diz respeito ao potencial. Não tem experiência de basquetebol americano, é certo, mas Garuba tem tudo para ser um dos steals deste Draft. É, indiscutivelmente, um dos melhores defensores da class, muito ágil, rápido, forte, atlético e versátil, capaz de defender várias posições em campo (na área pintada e mesmo no perímetro).

Sabemos que hoje em dia as equipas procuram muito abrir o campo, com mais lançadores no quinteto e o uso recorrente do small ball. Não podemos mentir: apesar de Garuba ser capaz de lançar de longa distância, não é um atirador. Não será aquele stretch 4 que as equipas hoje em dia tanto procuram. No entanto, insistindo no small ball, Garuba, apesar de ser um Power Forward de 6’8”, é capaz de jogar na posição de Center (Pivô), e com a sua velocidade, capacidade defensiva on e off ball, seria uma tremenda mais-valia neste tipo de situação. Trata-se assim de um jogador que, embora tenha que trabalhar bastante a nível ofensivo, é um diamante no que diz respeito à defesa e se enquadra nos moldes defensivos procurados pelas equipas nos dias que correm.

Jared Butler

Jared Butler - Men's Basketball - Baylor University Athletics

O base (armador) de Baylor, campeão do torneio da March Madness, tem 21 anos, 6’3″ de altura e é um dos melhores Point Guards da class. O californiano foi uma das figuras da equipa, a par do outro base, Davion Mitchell, que também poderá ser uma escolha viável e interessante. Mas falemos de Butler.

Por que é que os Spurs deveriam draftar mais um base sendo que Dejounte Murray é/será a cara da franquia? Patty Mills acaba contrato no verão e nada garante que assinará um novo, e Derrick White solidificou-se na posição de SG (Ala-Armador). Falta apenas mencionar Tre Jones, que tem também potencial, mas muito para desenvolver, sobretudo ofensivamente, sendo que não foi uma pick 14, mas sim uma pick de 2ª ronda.

Butler traria muita intensidade defensiva à segunda unidade (algo que apenas o rookie Devin Vassell tem sido capaz ao longo da época). Para além disso, traria pontos, visto que se trata de um scorer, com capacidade de tiro exterior e de criar o próprio lançamento. Tem um lançamento bastante fiável e gosta de se mostrar nos grandes momentos. Negativamente, está sua intensidade defensiva, pois na procura de roubos de bola e, por vezes, desarmes de lançamento, ele acaba por cometer bastante faltas. É um jogador que comete alguns turnovers, mas sob o comando de Pop e de Becky Hammon, gradualmente, iria certamente melhorar. Butler é aquele jogador impactante, que sempre que entra em campo muda o jogo, tornando-o favorável à sua equipa.

Filip Petrušev

Ludovico Basso on Twitter: "My scouting report on Filip Petrusev is out now  on @Eurohopes. Feel free to share your thoughts! Link:  https://t.co/rfmS2zMqKQ #NBADraft #Scouting… https://t.co/1WXJBqj4J2"

O sérvio de 21 anos é um prospect muito interessante, e sabemos como os Spurs gostam de draftar europeus. Trata-se de um Power Forward/Center (Ala Pivô/Pivô) de 6’11 de altura, com experiência de basquetebol americano (atuou pelos Gonzaga Bulldogs na época transata) e que, atualmente, joga pelos Mega Bemax, na Sérvia.

Petrušev é um scorer. Com a sua altura aliada à capacidade técnica e arsenal ofensivo que dispõe, é uma constante ameaça para as defesa adversárias. Atrai muitas atenções, obrigando equipas a fazer um 2 contra 1 no momento em que ele dribla a bola de costas para o cesto. É um jogador com capacidade de tiro exterior e fá-lo de forma eficiente. É um jogador móvel, capaz de ser um defensor interior sólido. No reverso da medalha, apesar da altura que tem, não é um excelente ressaltador, embora seja capaz de ter bons números estatísticos e fazer double-doubles com alguma frequência. Não é também o jogador mais capaz para defender jogadores mais rápidos no perímetro e precisa de ganhar mais músculo e força para estar mais preparado para o atleticismo da NBA, tratando-se ainda de um average athlete.

É possível aferir que, embora tenha um par de dados mais negativos, Petrušev consegue “dar a volta à situação”, o que o torna sempre a ser um prospect a ter debaixo de olho.

Franz Wagner

San Antonio Spurs: Spurs Prospect Watch: Franz Wagner - Project Spurs

Com 19 anos e natural de Berlim, o Small Forward (Ala) de Michigan e irmão do jogador da NBA Moritz Wagner, é um dos jogadores mais completos da class de 2021. Com 6’8″ de altura, faz de tudo: pontua, é um bom playmaker, excelente ressaltador, ágil, móvel e um sólido defensor. O impacto que tem em campo é evidente, a equipa ganha muito mais com ele no quinteto. Podemos dizer que não é um scorer, mas a verdade é que consegue substituir marcação de pontos por esse impacto nos 2 lados do campo. Tem também a capacidade de lançar, fazendo-o com bastante eficiência.

Wagner tem, no entanto, a sua maior debilidade nos componentes mais físicos e atléticos. É bastante magro, para a NBA precisará ganhar mais força e músculo, apesar de muitas vezes conseguir esconder essa debilidade com sua qualidade técnica. É também um jogador que precisa de se sentir confiante e de ter o apoio dos colegas para não baixar os braços (o Keldon Johnson trataria de cantar a “We Belong Together” para ajudar nessa questão, certamente).

A nível defensivo, apresenta bastante QI, com médias acima de 1 roubo de bola e 1 desarme de lançamento por jogo nesta época do basquetebol universitário. Vendo a forma como é influente na equipa, será difícil que Wagner caia para a 14ª escolha do Draft, mas não será impossível. Lapidado por Popovich e ganhando esse “músculo” anteriormente referenciado, pode ser um dos melhores jogadores da class.

Chris Duarte

Duarte leads No. 17 Oregon to win over Utah - The Columbian

Talvez a generalidade das pessoas considere a 14ª posição do Draft elevada para este jogador, mas eu não. Foi provavelmente o jogador que mais gostei de ver jogar no torneio do March Madness.

Duarte é natural da República Dominicana, um Shooting Guard/Small Forward (Ala-Armador/Ala) com 6’6″. Terá 24 anos no dia do Draft, mas isso está longe de ser um problema. Aliás, é certamente pela idade que não está no top 10 dos Mock Drafts existentes.

Ele tem tudo para ser brilhante. É um bom atirador, um bom playmaker, capaz de garantir ressaltos na luta das tabelas e, sobretudo, é um fantástico defensor. Chris Duarte é fenomenal em todos estes aspectos do jogo, e não só. É também um líder, nunca se dá por derrotado e dá tudo até ao último segundo. Teve a capacidade de se destacar numa equipa de Oregon que praticava o basquetebol de uma forma bonita, de equipa, como ele deve ser. Apresenta um QI ofensivo elevado, sabendo quando tem de assumir e procurar o tiro ou a penetração e quando tem de fazer a jogada para criar o melhor lançamento para um colega de equipa. Defensivamente, tem um QI muito acima da média, com médias de 2 roubos de bola e 1 desarme de lançamento por jogo nesta sua última época na universidade. É fortíssimo no 1 contra 1 defensivo e muito inteligente nas “ajudas”. Fisicamente, é um dos jogadores mais bem preparados para a NBA. É forte, ágil e atlético. É, sem dúvida, um “sleeper agent“, um possível steal, um pouco esquecido por ser mais velho que a maior parte dos prospects, mas que acredito que seria uma escolha de tremendo valor para os nossos Silver & Black.


Como prometido nos parágrafos introdutórios, vou abrir uma exceção e fazer uma menção honrosa de seguida, um toque muito pessoal, mas tremendamente justificado e que eu adoraria ver acontecer.

Neemias Queta

NCAA: Neemias Queta na March Madness

Não podia deixar de mencionar aquele que pode ser o primeiro português a jogar na melhor liga de basquetebol do mundo.

Neemias tem 21 anos, natural do Barreiro e é um dos Centers (Pivôs) mais interessantes da class. Com 7’0″ de altura e 7’4″ de envergadura, ele é temível nas áreas próximas ao cesto. É uma âncora defensiva, com números absurdos nas estatísticas deste capítulo (1 roubo de bola e acima dos 3 desarmes de lançamento por jogo). Tem ainda a capacidade de defender jogadores mais baixos, sendo ágil, consegue manter-se com o defensor, sendo sempre intimidante. Todavia, não é só na defesa que Neemias tem os seus principais atributos. Apesar de não ser o jogador mais forte nem com muito peso, é muito atlético e muito eficiente na área pintada. Ainda não apresenta tiro exterior, mas tem desenvolvido o tiro de média distância, algo muito valorizado pela nossa franquia. É também um excelente ressaltador, conseguindo quase sempre os números que lhe garantem o double-double. Para além disso, sendo o foco ofensivo da equipa de Utah State ao longo da temporada, atraía muitas atenções, o que lhe permitiu desenvolver a sua capacidade como playmaker. Terá de melhorar algo no que diz respeito aos turnovers, principalmente quando põe a bola no chão e sofre com o 2 contra 1, mas é algo que tem vindo a crescer.

Seria uma escolha muito interessante para os Spurs, garantindo rim protection quando Poeltl descansasse, bem como intensidade defensiva, algo que, como foi mencionado anteriormente, é algo que pouco existe na 2ª unidade da nossa equipa. Para além disso, deixaria-me orgulhoso ver o 1º português na NBA a jogar pela minha equipa, algo que certamente levaria a que muitos dos portugueses começassem a acompanhar mais os Spurs e se tornassem fãs.


São estes os jogadores que considero serem das melhores opções que os Spurs têm disponíveis no caso de ficarem com a pick simulada. São jogadores que me enchem as medidas e que, na minha opinião, teriam impacto na equipa e gostaria muito que fizessem parte da franquia.

Go Spurs Go!

2 comentários em “Top 5 Draft Prospects para o San Antonio Spurs ficar atento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s