Desde o início do Prêmio Esporas, em 2015, selecionamos os melhores reservas do San Antonio Spurs de cada temporada, uma categoria tradicionalmente dominada por Manu Ginobili, mas desde sua aposentadoria bastante surpreendente. Em 2021, foi a vez de Rudy Gay ser eleito o Reserva do Ano pela primeira vez.

Publicação do @spurs_brasil no Instagram

Rudy Gay é um dos jogadores que mais dividem opiniões na torcida preta e prata, geralmente por seu estilo de jogo e decisões nas partidas, mas sua relevância dentro da equipe é inegável. Gay foi não só o melhor reserva do Spurs da temporada 2020/21, como também um dos mais importantes jogadores de todo o elenco.

Em sua quarta temporada em San Antonio, o camisa 22 se destacou como um líder de vestiário perante os jovens e como uma peça muito importante da segunda unidade. Com uma escassez de jogadores com suas características físicas e técnicas no elenco, o Spurs dependeu de Gay para ter em quadra um jogador que ao mesmo tempo pudesss arremessar de longa distância, criar seu próprio arremesso, infiltrar e defender alas mais maiores e mais fortes, ainda que de uma forma não tão eficiente quanto o ideal para os melhores times da Liga.

Sua importância era tamanha que foi com Rudy Gay em quadra que a franquia teve seus melhores números defensivos (103.9 opp pp/100), que aliados a números também bona no ataque em comparação com o resto da equipe (108.4 pp/100) resultaram no segundo melhor Net Rating do elenco (+4.5), atrás apenas de Derrick White.

Foi por tudo isso que, mesmo dividindo opiniões, a importância de Rudy Gay foi reconhecida por 49% dos votos e ele foi escolhido como Reserva do Ano.


📊 Estatísticas na Temporada Regular: 11.4 ppg, 4.8 rpg, 0.7 spg, 0.6 bpg  1.7 3Pg, 38.1% 3P, 103.9 DRtg, 4.5 NRtg (64 jogos)

Publicação do @spurs_brasil no Instagram

🥇 1°: Rudy Gay (49.3%)
🥈 2°: Patty Mills (35.8%)
🥉 3°: Devin Vassell (14.9%)

Reservas do Ano no Prêmio Esporas desde 2015:

  • 2021 – Rudy Gay
  • 2020 – Derrick White
  • 2019 – Patty Mills
  • 2018 – Manu Ginobili
  • 2017 – Patty Mills
  • 2016 – Manu Ginobili
  • 2015 – Manu Ginobili

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s